NOTÍCIAS


Continuidade da guerra entre Rússia e Ucrânia pode causar cenário de escassez de alimento no mundo; entenda.

No Brasil, cerca de 50 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar; falta de políticas públicas faz com que o país, um dos maiores produtores agrícolas do mundo, não consiga fornecer alimentos para toda a população.

O conflito entre Rússia e Ucrânia se encaminha para além do território do Leste Europeu, mas não se trata inicialmente de uma Terceira Guerra Mundial, e sim do agravamento de um problema que já estava presente no mundo: a insegurança alimentar. Segundo o último relatório da Rede Mundial contra as Crises Alimentares, houve, de 2020 para 2021, um aumento de 40% na quantidade de pessoas com fome aguda, contabilizando cerca de 200 milhões que não têm acesso físico, social e econômico a recursos e alimentos nutritivos que atendam as necessidades dietéticas. Rússia e a Ucrânia são dois países com forte atuação no setor agrícola – só de trigo respondem por 30% da exportação de todo o mundo, o que corresponde a 210 milhões de toneladas. Uma escalada maior do conflito e a não previsão de término já tem surtido efeitos mundiais que fazem com que o preço dos alimentos se elevem e a porcentagem de pessoas que tenham acesso a eles diminua. No fim de março, o diretor-executivo do Programa Mundial de Alimentos (PAM), David Beasley, advertiu que “a guerra na Ucrânia terá um impacto terrível nas milhões de pessoas que passam fome em todo mundo. Isso significará uma explosão nos preços dos alimentos, combustível, transporte, mas também menos comida para aqueles que estão famintos, e haverá ainda mais pessoas passando fome”.

Fonte:- Jovem Pan




09/05/2022 – Sintonia FM

SEGUE A @SINTONIAFM87.5

(11) 4012-4292

contato@sintoniafm.com
Rua: Machado de Assis nº 56 – 1º Andar  Bairro: Jardim Santos Dumont. Cidade:- Bom Jesus dos Perdões – S/P – OBS;-SERA MUDADO O WhatsApp: –  (11) ———————

NO AR:
MOMENTO GOSPEL