NOTÍCIAS


Justiça bloqueia bens de ex-prefeito de Itaboraí por investigação de corrupção.
Sergio Soares teria recebido R$ 1 milhão em propina para não fiscalizar irregularidades de empresas de transporte no município, além de uma mansão de presente.

O ex-prefeito de Itaboraí, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, Sergio Soares, teve os bens bloqueado pela justiça. Segundo o Ministério Público, ele recebeu propina de empresas de ônibus para não fiscalizar supostas irregularidades. A investigação aponta que, além de uma mesada de R$ 40 mil, ele ganhou de presente uma mansão no município de Niterói, também na região metropolitana, dada por um dirigente da Federação de Transportes do Rio, Marcelo Graça, que chegou a ser preso em 2017. Graça também chegou a fazer um acordo de delação premiada e ajudou o Ministério Público e a justiça a descobrirem esquemas da chamada máfia dos transportes. Ao todo, Sérgio Soares teria recebido R$ 1 milhão. Ele prefeito de Itaboraí por três vezes, além de ter exercido o madato de deputado estadual por duas vezes. No último dia 2 de outubro, tentou se candidatar a deputado federal pelo PSD, mas teve o registro da candidatura negado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

Fonte:- Jovem Pan




18/10/2022 – Sintonia FM

SEGUE A @SINTONIAFM87.5

(11) 4012-4292

contato@sintoniafm.com
Rua: Machado de Assis nº 56 – 1º Andar  Bairro: Jardim Santos Dumont. Cidade:- Bom Jesus dos Perdões – S/P – WhatsApp: – (11) 9.1569-2999.

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO