NOTÍCIAS


Lula reconhece erros no governo Dilma, admite corrupção na Petrobras e exalta o vice Alckmin.

Em entrevista ao ‘Jornal Nacional’, ex-presidente disse não querer ‘PGR amigo’, chamou orçamento secreto de ‘excrescência’ e explorou feitos de seu governo.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi o terceiro entrevistado da série do Jornal Nacional, da TV Globo, com candidatos à presidência da República. A sabatina com o líder das pesquisas de intenção de votos aconteceu nesta quinta-feira, 25. Como a Jovem Pan antecipou, entre os membros da equipe de campanha do petista e dirigentes do partido, a expectativa era otimista para a sabatina, com foco em aproveitar a oportunidade para falar relembrar legados, o que realmente aconteceu. Temas como inclusão social, queda nos índices de desemprego, inflação e dívida pública, e bom relacionamento internacional, por exemplo, dominaram a entrevista, que teve início com uma pergunta sobre corrupção. Em suas primeiras falas, Lula foi questionado sobre a Operação Lava Jato, a atuação do ex-juiz Sergio Moro e o tema da corrupção. O ex-presidente citou diversos mecanismos contra a corrupção criados durante os governos petistas e reconheceu desvios que ocorrem na Petrobras e criticou o Ministério Público por ter, segundo ele, oficializado o roubo no Brasil. “Não pode dizer que não houve se as pessoas confessaram e ficaram rico por confessar, não só ganhava liberdade, mas também metade do que roubou. Foi uma delação premiada. (…) A gente olha o que devolveram, mas vamos olhar os prejuízos, 4 milhões de desempregados, R$ 270 bilhões deixaram de ser investidos”, afirmou o ex-presidente.

Fonte:- Jovem Pan




25/08/2022 – Sintonia FM

SEGUE A @SINTONIAFM87.5

(11) 4012-4292


Rua: Machado de Assis nº 56 – 1º Andar  Bairro: Jardim Santos Dumont. Cidade:- Bom Jesus dos Perdões – S/P – WhatsApp: – (11) 9.1569-2999.

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO