NOTÍCIAS


TJ do Distrito Federal arquiva ação penal de Maria do Rosário contra Bolsonaro.

Ex-presidente era acusado de incitar estupro contra a deputada; de acordo com a decisão, o crime foi considerado prescrito.

O juiz Francisco Antônio Alves de Oliveira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF), decretou por arquivar na quarta-feira, 8, a ação penal na qual o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) respondia por incitar crime de estupro contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). O magistrado encerrou o processo pelo crime já ser considerado prescrito. Durante uma discussão em 2014, o ex-chefe do Executivo afirmou que a deputada não merecia ser estuprada e declarou que ela é “muito feia”. Contudo, ele virou réu apenas em 2016, quando a denúncia foi recebida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A tramitação ficou suspensa em razão da eleição de Bolsonaro à Presidência em 2018 e só foi reaberta após solicitação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). O pedido foi atendido pelo 2º Juizado Especial Criminal de Brasília. Em sua decisão, o juiz argumentou que “tendo em vista a data do recebimento da denúncia, o período em que o processo permaneceu suspenso (e o correspondente prazo prescricional) e a pena máxima cominada, de seis meses de detenção, verifica-se a ocorrência da prescrição da pretensão punitiva do Estado”. O ex-chefe do Executivo já tinha sido condenado, em 2015, a indenizar Maria do Rosário em R$ 10 mil por danos morais.

Fonte:- *Com informações do Estadão Conteúdo “Jovem Pan.”




10/11/2023 – Sintonia FM

COMPARTILHE

SEGUE A @SINTONIAFM87.5

(11) 4012-4292

contato@sintoniafm.com
Rua: Machado de Assis nº 56 – 1º Andar  Bairro: Jardim Santos Dumont. Cidade:- Bom Jesus dos Perdões – S/P.                 Whats App (11) 9.1569-2999                                Rádio que sintoniza você!!!

NO AR:
BOM DIA SINTONIA - SINTONIA FM